sábado, 5 de maio de 2018

Giant Sand - Valley Of Rain (25th Anniversary Edition)

Banda: Giant Sand
Disco: Valley Of Rain (25th Anniversary Edition)
Ano: 2010(*)
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Alternative Country Rock
Faixas:
1. Valley Of Rain (4:17)
2. Tumble And Tear (3:22)
3. October Anywhere (5:08)
4. Barrio (4:48)
5. Death, Dying And Channel 5 (4:25)
6. Torture Of Love (3:45)
7. Down On Town/Love's No Answer (4:36)
8. Black Venetian Blind (3:27)
9. Curse Of A Thousand Flames (4:12)
10. Artists (4:46)
11. Man Of Want (6:27)
12. Valley Of Rain [Remixed Instrumental] [Bonus Track] (4:20)
13. Tumble And Tear [Repaired] [Bonus Track] (3:20)
Músicas de autoria de Howe Gelb.
Créditos:
Howe Gelb: Vocals, Guitar, Piano
Scott Garber: Bass, Harmony
Tom Larkins, Winston A. Watson Jr.: Drums

Biografia:
Formada pelo cantor e compositor Howe Gelb (vocais, guitarra, baixo e teclados), em Tucson, Arizona, EUA, sua cidade natal, no ano de 1980, juntamente com Rainer (nome verdadeiro: Rainer Ptacek, nascido em 7 de junho de 1951, em Berlim Oriental, Alemanha, e morto em 12 novembro de 1997, em Tucson, Arizona, EUA; guitarra) e Billy Sed (bateria).
Esse lineup, usando a designação Giant Sandworms, gravou um EP de quatro faixas através de uma gravadora local, antes de partir para Nova Iorque, onde as escapadas de Sed para se drogar forçaram o retorno do grupo ao Arizona. Outro EP foi gravado, com o baixista David Seger, que depois caiu fora para unir-se à Naked Prey, entrando, no seu lugar, Scott Gerber. Pouco depois, Gelb mudou o nome da banda para Giant Sand (a denominação original possuía conotações desintencionais com a vida selvagem retratada no livro de ficção científica Dune, de Frank Herbert) e dispensou todo o pessoal, à exceção de Gerber, se bem que Ptacek reapareceu na Band Of Blacky Ranchette, grupo country paralelo de Gelb. Tom Larkins ingressou como baterista, simultaneamente ao seu trabalho na Naked Prey, e a banda então gravou, em 1985, o disco "Valley Of Rain", com o pianista convidado Chris Cavacas, da Green On Red.
Paula Jean Brown, namorada de Gelb, entrou para tocar baixo e guitarra. Gerber, porém, deixou a banda após a gravação de "Ballad Of A Thin Man Line", de 1986, indo parar na Sidewinders e finalmente, na companhia de Sed, ex-baterista da Sandworms, na Los Cruzos. Variados músicos povoaram as posteriores gravações da Giant Sand, incluindo Neil Harry (pedal steel), John Convertino (bateria), Joey Burns (guitarra e baixo) e Mark Walton (baixo, ex-Dream Syndicate). O lineup mais estável, com Gelb, Burns e Convertino, permaneceu ativo desde 1990 até o novo milênio, mas desfez-se com a saída de Burns e Convertino para a criação da Calexico.
O som despojado inaugural da Giant Sand (muitas vezes descrito como "desert rock", com apreciável influência no movimento country alternativo) evoluiu para uma mistura estimulante de swing, country e rock, com letras de inspiração beatnik. Tudo temperado, como sempre, pelas expressivas e sóbrias fantasias de Gelb. Os membros da banda aliaram-se a Lisa Germano, em 1997, para, sob o nome OP8, gravarem o estranho e provocante "Slush". Gelb pausou as atividades do grupo para gravar "Hisser", seu segundo disco solo, lançado em 1999. No ano seguinte, contudo, colocou a banda novamente nos trilhos para lançar o admirável "Chore Of Enchantment". "Cover Magazine", de 2002, continha covers de Black Sabbath, Johnny Cash, Nick Cave e Bob Dylan. O álbum seguinte, "Is All Over... The Map" apresentou um lineup internacional: ao lado de Gelb, tocaram Anders Pedersen (guitarra), Thøger T Lund (baixo) e Peter Dombernowsky (bateria), refletindo o deslocamento da banda para a Dinamarca (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 593; tradução livre do inglês).

4 comentários:

Indignaldo Silva disse...

Link

Jaimemellorock Mello disse...

Esta grupo me emocionou, deu vontade de partir sem rumo e nunca mais voltar. Obrigado, Indignaldo.

Jaimemellorock Mello disse...

Realmente, o comentário vale para as duas, são paralelas que se cruzam. Abraço, amigo.

Indignaldo Silva disse...

Valeu, Jaime. Grande abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...