quinta-feira, 30 de junho de 2016

moe. - Tin Cans and Car Tires

Banda: moe.
Disco: Tin Cans and Car Tires
Ano: 1998
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Stranger Than Fiction (moe, Derhak) 3:02
2. Spaz Medicine (moe, Schnier) 5:06
3. Nebraska (moe, Derhak) 3:50
4. Head (moe, Schnier) 5:46
5. Hi & Lo (moe, Garvey) 4:29
6. Plane Crash (moe, Derhak) 8:54
7. Letter Home (moe, Schnier) 4:07
8. Big World (moe, Schnier) 4:49
9. Again & Again (moe, Schnier) 4:34
10. It (moe, Garvey) 5:04
11. Happy Hour Hero (moe, Derhak) 5:03
12. Queen Of The Rodeo (moe, Schnier) 3:07
Créditos:
Rob Derhak: Bass, Vocals
Al Schnier: Guitar, Vocals
Chuck Garvey: Guitar, Vocals
Vinnie Amico: Drums, Percussion
http://tinyurl.com/jo25zsj

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Fatboy", de 1992.

terça-feira, 28 de junho de 2016

22-20s - 05/03

Banda: 22-20s
Disco: 05/03
Ano: 2003
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, British Traditional Rock
Faixas:
1. Devil In Me (4:15)
2. I'm The One (3:40)
3. Messed Up (3:48)
4. Such A Fool (3:53)
5. 22 Days (2:57)
6. King Bee (5:12)
Músicas de autoria de Martin Trimble, salvo "King Bee", composta por James Moore.
Créditos:
Martin Trimble: Guitar & Vocals
Glen Bartup: Bass
James Irving: Drums
Charlie Coombes: Keys
Sam Williams: Hammond Organ ("King Bee")
Disco gravado ao vivo na Inglaterra, no Zodiac Club, em Oxford (faixas 1-3, 5, 6), e no West End Theatre, em Aldershot (faixa 4), no mês de maio de 2003.

Biografia:
Assim chamada em deferência à canção "22-20 Blues", de Skip James, a 22-20s vem de Lincolnshire, Inglaterra, e mistura influências de blues, rock, folk e country numa sonoridade que deu cartaz ao quarteto no início de sua carreira. O vocalista e guitarrista Martin Trimble e o baixista Glen Bartup haviam tocado juntos em bandas locais durante vários anos, mas formaram a 22-20s em meados de 2002, quando tinham vinte e poucos anos. O tecladista Charly Coombes e uma série de bateristas completaram o lineup inicial da banda até James Irving assumir efetivamente as baquetas.


As apresentações consistentes do grupo chegaram ao conhecimento da Heavenly Records, que o contratou no apagar das luzes de 2002. No começo do ano seguinte, saiu o primeiro single, "Such A Fool", numa edição limitada de 7". Na sequência, a primeira performance em território americano, no Coachella Festival de 2003. E durante uma turnê no Reino Unido, na primavera de 2003, a banda gravou o EP "05-03", contendo um punhado de canções registradas ao vivo.


Para abrir shows de Jet e Kings Of Leon, o grupo retornou aos Estados Unidos, e sua abarrotada agenda empurrou-o para apresentações em Glastonbury e nos festivais alemães Southside e Hurricane, além de uma excursão no Reino Unido no outono, que coincidiu com o lançamento do single "22 Days". Outra edição limitada de "05-03" foi lançada nos Estados Unidos, na época, tornando-se o debute discográfico da banda no mercado do Tio Sam. Houve uma pausa nos shows para a finalização do primeiro disco longo, homônimo, mas rapidamente a banda retornou à estrada, em 2004, para concertos nos festivais T in the Park, Glastonbury e Reading, bem como no Fuji Rock, realizado no Japão.


Os singles "Why Don't You Do It For Me?" e "Shoot Your Gun" prepararam o terreno para o lançamento do disco "22-20s" no Reino Unido, naquele outono, promovido, é claro, por outra turnê. A banda terminou o ano com shows na Austrália e ciente de que o seu álbum homônimo seria distribuído nos Estados Unidos no começo de 2005, através da Astralwerks. Entretanto, mais tarde, o grupo cancelou apresentações, incluindo uma aparição no V Festival, na Inglaterra, que ocorreria ainda em 2005; no início de 2006, notícias atestavam que a banda se separara enquanto gravava o segundo disco.


Depois da cisão, Irving tocou com os grupos Marner Brown e Fuzzbox Music, entre outros. Coombes uniu-se aos seus irmãos Gaz e Rob na Supergrass, como segundo guitarrista e vocalista de apoio, tocou na banda Missing Pieces e também formou seu próprio grupo, Charly Coombes And The New Breed. Enquanto isso, Trimble e Bartup produziram material novo, que, no entanto, pouco se ouviu. Em 2008, a 22-20s foi convidada para participar do Heavenly Festival, e Trimble, Bartup e Irving juntaram-se ao guitarrista Dan Hare para o espetáculo.


Embora parecesse que o grupo debandaria após o show, seus membros compuseram material sigilosamente, e, sob a denominação Bitter Pills, o quarteto excursionou pela Inglaterra em 2009. Atuando quase furtivamente, a banda lançou o single "Latest Heartbreak" em dezembro de 2009. Um EP gravado ao vivo surgiu em março de 2010, e o disco longo "Shake/Shiver/Moan" saiu no Japão em maio de 2010; o lançamento nos Estados Unidos e no Reino Unido aconteceu em junho (Heather Phares, AllMusic; tradução livre do inglês).

domingo, 26 de junho de 2016

Drive-By Truckers - A Blessing And A Curse

Banda: Drive-By Truckers
Disco: A Blessing And A Curse
Ano: 2006
Gênero: Southern Rock, Alternative Country Rock
Faixas:
1. Feb 14 (Drive-By Truckers, Hood) 3:40
2. Gravity's Gone (Drive-By Truckers, Cooley) 3:33
3. Easy On Yourself (Isbell) 3:28
4. Aftermath USA (Drive-By Truckers, Barbe) 3:16
5. Goodbye (Drive-By Truckers, Hood) 6:11
6. Daylight (Isbell) 3:35
7. Wednesday (Drive-By Truckers, Hood) 4:04
8. Little Bonnie (Drive-By Truckers, Hood) 3:55
9. Space City (Drive-By Truckers, Cooley) 4:47
10. A Blessing And A Curse (Drive-By Truckers, Hood) 5:31
11. A World Of Hurt (Drive-By Truckers, Hood) 4:52
Créditos:
Mike Cooley: Guitar, Vocals
Patterson Hood: Guitar, Vocals
Jason Isbell: Guitar, Hammond Organ, Wurlitzer, E-Bow, Vocals
Brad Morgan: Drums, Vocals
Shonna Tucker: Bass, Vocals
Músicos adicionais:
David Barbe: Guitar (faixa 1), Piano (faixa 3), Hammond Organ (faixa 6)
Mitch Easter: Clavioline (faixa 1)
Jojo Hermann: Wurlitzer (faixa 4)
John Neff: Pedal Steel (faixa 11)
http://tiny.cc/oulicy

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Gangstabilly", de 1998.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

The Dream Syndicate - The Days Of Wine And Roses [Bonus Tracks]

Banda: The Dream Syndicate
Disco: The Days Of Wine And Roses [Bonus Tracks]
Ano: 2001(*)
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Paisley Underground
Faixas:
1. Tell Me When It's Over (3:32)
2. Definitely Clean (3:30)
3. That's What You Always Say (3:13)
4. Then She Remembers (4:07)
5. Halloween (6:10)
6. When You Smile (4:15)
7. Until Lately (6:50)
8. Too Little, Too Late (3:27)
9. The Days Of Wine And Roses (7:34)
10. Sure Thing [From EP "The Dream Syndicate", 1982] [Bonus Track] (4:02)
11. That's What You Always Say [From EP "The Dream Syndicate", 1982] [Bonus Track] (4:22)
12. When You Smile [From EP "The Dream Syndicate", 1982] [Bonus Track] (3:10)
13. Some Kinda Itch [From EP "The Dream Syndicate", 1982] [Bonus Track] (5:32)
14. Too Little, Too Late [Previously Unreleased] [Bonus Track] (3:40)
15. Definitely Clean [Previously Unreleased] [Bonus Track] (3:36)
16. That's What You Always Say [15 Minutes] [Single A-Side, 1981] [Bonus Track] (3:57)
17. Last Chance For You [15 Minutes] [Single A-Side, 1981] [Bonus Track] (2:39)
Músicas de autoria de Steve Winn, salvo "Halloween" e "Sure Thing", compostas por Karl Precoda.
Créditos:
Steve Winn: Vocals, Guitar
Karl Precoda: Guitar (faixas 1-15)
Kendra Smith: Bass (faixas 1-15), Vocals ("Too Little, Too Late")
Dennis Duck: Drums (faixas 1-15)
Carolyn O'Rourke: Bass (faixas 16, 17)
Erik Landers: Drums (faixas 16, 17)
(*) LP originalmente lançado em 1982.
http://tinyurl.com/zck4kg9

Biografia:
Os primórdios dos anos 80 foram tempos estimulantes para quem gosta do rock americano da costa oeste. Vários grupos novos e ambiciosos apareceram no espaço de poucos meses, obviamente inspirados na sonoridade do término da década sessentista, mas sem deixarem de acrescentar algo essencialmente revigorante ao gênero. O primeiro EP, homônimo, da Dream Syndicate, e o seu disco seguinte, "The Days Of Wine And Roses" (gravado em setembro de 1982), mais do que justificaram a atenção que as bandas do "Paisley Underground" (nota minha: subgênero do rock alternativo, com raízes em Los Angeles e popular na metade dos anos 80; caracterizava-se pela psicodelia, refinadas harmonias vocais e interação de guitarras) atraíam.


Abrangendo o compositor Steve Wynn (nascido em 21 de fevereiro de 1960, em Los Angeles, Califórnia, EUA; guitarra e vocal), Karl Precoda (guitarra), Kendra Smith (baixo) e Dennis Duck (bateria), a banda escolheu a canção mais refinada do álbum, "Tell Me When It's Over", para o seu primeiro single britânico, emitido através da Rough Trade Records no encerramento de 1983. Após assinar com a A&M Records, a banda lançou "Medicine Show" em 1984. O disco – como seu debute já sinalizara – demonstrou, inegavelmente, a decisiva influência de Lou Reed e Neil Young no grupo.


Àquela altura, Kendra Smith já firmara uma parceria com David Roback na Opal (Smith também lançaria um deslumbrante álbum solo em 1995), tendo sido substituída por Dave Provost (ex-Droogs). "This Is Not The New Dream Syndicate Album... Live!" apresentou o novo baixista, Mark Walton, mas o disco marcou a ruptura com a A&M. A mudança para a Big Time, subsidiária da Chrysalis Records, gerou, em 1987, "Out Of The Grey". Gravado por Wynn, Walton, Duck e o recém-chegado guitarrista Paul B. Cutler, o álbum mostrou a banda com uma faceta mais comercial. Depois de "50 In A 25 Zone", um single de 12", o grupo transferiu-se para a Enigma Records, representada no Reino Unido pela Virgin Records.


Na sequência de "Ghost Stories", saiu, em 1989, "Live At Raji's", o canto do cisne da Dream Syndicate. Mas verdade seja dita: a banda nunca conseguiu ultrapassar a barreira qualitativa do seu estreante disco. Winn partiu para uma carreira solo igualmente aclamada, mas comercialmente inexitosa, além de gravar ocasionalmente com a banda Gutterball. O selo Normal Records, de Pat Thomas, editou, durante os anos 90, algumas excelentes gravações inéditas da Dream Syndicate (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 459; tradução livre do inglês).



terça-feira, 21 de junho de 2016

Mystery Fyre - Root Of The Woo

Banda: Mystery Fyre
Disco: Root Of The Woo
Ano: 2012
Gênero: Neo-Psychedelia, Psychedelic Soul
Faixas:
1. Against The Grain (4:13)
2. Inferno Mysterio (4:09)
3. Shotgun (3:05)
4. Soul Sucker (3:27)
5. Root Of The Woo (4:47)
6. I've Seen Better Days (2:41)
7. The Force (7:27)
8. Fung Shui (2:32)
9. Mister Hermit (3:18)
10. Coloured (5:45)
11. Question For The Questionable (2:59)
12. Owl (3:11)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Wes Knorr: Guitar, Vocals
Jake Knorr: Bass, Vocals
Joey Knorr: Drums, Vocals
http://bit.do/b8hCM

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Earthborn", de 2010.

domingo, 19 de junho de 2016

Mystery Fyre - Earthborn

Banda: Mystery Fyre
Disco: Earthborn
Ano: 2010
Gênero: Neo-Psychedelia, Psychedelic Soul
Faixas:
1. Earthborn (3:15)
2. Homeway (3:24)
3. Mr. Freedom Hand (3:46)
4. Skunk Funk Love (5:56)
5. Like An Animal (4:13)
6. Groove-On Beach (3:25)
7. High Getter (3:05)
8. The Soggy Muffin (2:48)
9. Tumblin' Weed (3:10)
10. Meeting Of The Minds (2:50)
11. The River (2:45)
12. Airstream Flight (7:59)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Wes Knorr: Guitar, Vocals
Jake Knorr: Bass, Vocals
Joey Knorr: Drums, Vocals
http://freetexthost.com/hmm4cpj35r

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em versão livre do inglês, foi retirada do seu site.
A Mystery Fyre (nota minha: banda americana de Bloomsburg, Pensilvânia) toca com uma intensa e vigorosa explosão elétrica de rock & roll, do tipo que deixa a alma pegando fogo e o espírito extremamente enlevado. Relíquias vintage, nascidas na era do vinil, evoluíram para uma experiência sensorial infundida com uma sonoridade que invoca lendas do rock bluseiro da British Invasion sessentista, mas mantendo-se original até a medula, sem dúvida. 


A união familiar é a chave fundamental para a mistura enriquecedora do grupo: vocais que tocam o coração, acordes apaixonados de guitarra, encorpados graves de contrabaixo e riffs roqueiros de bateria, que evocam a invulgar e amorosa manifestação do trio, do tudo ou nada na vida através da música.


O estilo pujante da Mystery Fyre gerou uma reação da imprensa regional e nacional, incluindo uma posição no topo das paradas mundiais elaboradas pela revista Relix, classificando-se ao lado de Joe Walsh, Keller Williams, String Cheese Incident e Galactic. No começo de 2014, os fiéis admiradores da banda tornaram-se a orgulhosa plateia do seu primeiro festival anual, ocorrido no nordeste da Pensilvânia.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Psychdelic Breakfast - Discografia básica

Banda: Psychdelic Breakfast
Gênero: Jam Bands


Disco: Psychedelic Breakfast
Ano: 1999
Faixas:
1. The Vermont Song (4:28)
2. Garcian Fishbowl (9:34)
3. Attraction To Shade Ditty (1:28)
4. Puppetry (9:10)
5. Heather (3:34)
6. No Glove, No Love (3:45)
7. Episode1(Happy) (5:19)
8. Frankly Po Zest (6:39)
9. Uncle Freddy (1:53)
10. Superfly Phaddy Fat (8:54)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Tim Palmieri: Guitar, Vocals
Jordan Giangreco: Organ, Keyboards, Vocals
Ron Spears: Bass, Vocals
Adrian Tramontano: Drums, Percussion, Vocals
http://ow.ly/4BCI301lFqO

Disco: Deuce
Ano: 2001
Faixas:
1. Tribul Funk Affliction (Psychedelic Breakfast) 12:56
2. See the Light (Tramontano, Palmieri, Moniello, Giangreco) 6:19
3. LDZ (Spears) 3:22
4. Phaddy Boom Baddy (Psychedelic Breakfast) 8:20
5. Question Mark and the Mind (Palmieri) 4:12
6. Beef Barley (Psychedelic Breakfast) 7:35
7. Buquebus (Palmieri) 13:16
8. What the Funk (Palmieri, Spears, Tramontano) 5:00
9. Mooboo's Voodoo (Episode 2) (Palmieri, Tramontano) 12:19
Créditos:
Tim Palmieri: Electric Guitar, Acoustic Guitar, Vocals
Ron Spears: Electric Bass, Acoustic Bass, Vocals
Adrian Tramontano: Drums, Percussion, Sound Effects, Vocals
Jordan Giangreco: Hammond Organ, Wurlitzer, Rhodes, Synthesizer, Vocals
Megan Johnson: Vocals ("Tribal Funk Affliction", "See The Light")
Amy Bernard, Mike Bonanno, Joe Boncek, Ryan De Block, Nikki Esposito, Frederick Ferrara, Brian Goral, Dave Goral, Nate Green, Matt Grosick, Jon Hizges, Josh Kroop, Jeff Kulenych, Justin Maturo, Marcial Mendez, Tim O'Connell, Cari Opton, Dave Pecoraro, Laura Quenelle, Lou Rascati, Alan Schapero, Micke Schick, Mike Schupp: Choir ("Phaddy Boom Baddy")
http://bit.ly/1UmgPRF

Disco: Bona Fide
Ano: 2003
Faixas:
1. Drunk Monk Bar (DeLucia, Giangreco, Palmieri) 6:32
2. Great Big Fiery Ball In The Sky (Palmieri) 5:10
3. Wild Pack Of Asscracks (Palmieri, Spears, Tramontano) 6:21
4. Escher's Etchings, Pt. 1 (Palmieri, Spears, Tramontano) 2:32
5. Escher's Etchings, Pt. 2 (Maturo, Tramontano) 3:44
6. Cosmic Spaceway Rhyme (Palmieri) 5:18
7. Spunk (Cohen, Palmieri) 3:42
8. "23" Drum Solo (Tramontano) 4:48
9. Hot 'Lanta (Allman, Betts, Johanson, Oakley, Trucks) 6:34
10. Rufus (Palmieri, Tramontano) 19:05
11. Food For Thought (Palmieri) 4:20
12. Taboo Or Not Taboot (Palmieri, Spears) 5:39
Créditos:
Jordan Giangreco: Organ
Tim Palmieri: Guitar, Voices, Fender Telecaster
Ron Spears: Bass
Adrian Tramontano: Cymbals, Drums
Disco gravado ao vivo no Pearl Street Nightclub, Northampton, Massachusetts, EUA, em 2002.
https://anon.click/Gx0q1Hg

Disco: Real Radio
Ano: 2005
Faixas:
1. Inner Glimpse (5:03)
2. Vera Street (5:20)
3. Sleeping Beauty (3:58)
4. Doughboy (5:46)
5. Gravity (7:54)
6. No Regret (3:35)
7. Fairy (6:35)
8. Score (4:13)
9. Dimension 5 (4:48)
10. Fresh Cut (5:45)
11. The Grand Scheme Of Things (12:26)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Jordan Giangreco: Keyboards, Vocals
Tim Palmieri: Guitar, Vocals
Ron Spears: Bass, Vocals
Adrian Tramontano: Drums
Jeff Pevar: Slide Guitar
Jennifer Hartswick: Trumpet
Dave Adams: Alto Sax
Ben Groppe: Tenor Sax
Kris Jensen: Baritone Sax
http://tinyurl.com/jtjp7xx

Disco: Moxie Epoxy
Ano: 2006
Faixas:
1. Psygn (10:49)
2. Future Peek (8:33)
3. Honey Butter (7:56)
4. Good Things (5:54)
5. Surreal Radio (5:57)
6. Tricky Ways (4:29)
7. Intension (5:23)
8. The Late and the Great (7:32)
9. Over Exposure (11:30)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Tim Palmieri: Vocals, Guitar
Jordan Giangreco: Vocals, Keyboards
Ron Spears: Vocals, Bass Guitar
Adrian Tramontano: Drums, Percussion
http://thinfi.com/03m8

Disco: Zone 1
Ano: 2008
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Wake Up In a Coma (4:03)
2. Union (6:53)
3. Bow Down to Mayfly (8:16)
4. Castrovalva (5:14)
5. Solar Flare (7:37)
6. Alien Strip Tease (7:37)
7. Strange Things (9:15)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Tim Palmieri: Guitar, Vocals
Adrian Tramontano: Drums, Vocals
Chris DeAngelis: Bass, Vocals
Jordan Giangreco: Keyboards, Vocals
http://nsfw.in/cVi

Disco: Live As Is
Ano: 2009
Faixas:
1. Cut Me Some Slack (7:29)
2. Tunage (15:08)
3. Synergy (17:15)
4. Sundance (10:42)
5. May Fly Disarray (15:43)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Tim Palmieri: Guitar, Vocals
Jordan Giangreco: Keyboards, Vocals
Chris DeAngelis: Bass, Vocals
Adrian Tramontano: Drums, Vocals
Gravado ao vivo no The Field, em Bridgeport, Connecticut, EUA, em 28 de fevereiro de 2009.
http://bit.do/b7wFJ

Disco: Live At Gathering Of The Vibes
Ano: 2011
Faixas:
1. Doughboy (Unknown) 7:38
2. The Chase (Unknown) 5:58
3. Inner Glimpse (Unknown) 4:44
4. Echidna's Are (of You) (Unknown) 3:58
5. Gravity (Unknown) 9:59
6. Buquebus (Palmieri) 14:04
Créditos:
Tim Palmieri: Guitar, Vocals
Jordan Giangreco: Keyboards, Vocals
Ron Spears: Bass, Vocals
Adrian Tramontano: Drums
Gravado ao vivo no festival Gathering Of The Vibes, em Bridgeport, Connecticut, EUA, no dia 17 de julho de 2004.
http://tiny.cc/dabacy


Biografia:
A Psychedelic Breakfast é obviamente uma jam band da quinta geração. Formada em New Haven, Connecticut, em 1998, as primeiras listas de músicas do quarteto caracterizavam-se por covers de inúmeros artistas de rock clássico, como Doors, Pink Floyd, Allman Brothers Band, Frank Zappa, Santana e outros. 


Todas essas influências estão presentes no material original da banda, que mistura linhas de rock progressivo com letras em grande parte singelas (e a predileção indiscutível da banda se voltava para a Phish, especialmente no trabalho de guitarra de Tim Palmieri).
A banda lançou seu primeiro álbum, "Psychedelic Breakfast", em 2000, de forma independente. Quatro canções do disco foram usadas pela MTV como música incidental durante o seu show Undressed. 


A banda passou a maior parte de 2000 e 2001 excursionando, construindo um pequeno número de admiradores enquanto tocava em bares e pequenas danceterias na costa leste e abria para bandas como Amfibian, Creek Max, Deep Banana Blackout e outros. Em março de 2001, gravou seu segundo álbum, "Deuce", lançado pela Sonance Records (Jesse Jarnow, AllMusic; tradução livre do inglês).

<

quarta-feira, 15 de junho de 2016

The Raconteurs - Broken Boy Soldiers

Banda: The Raconteurs
Disco: Broken Boy Soldiers
Ano: 2006
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Steady, As She Goes (3:38)
2. Hands (4:03)
3. Broken Boy Soldier (3:03)
4. Intimate Secretary (3:28)
5. Together (4:00)
6. Level (2:21)
7. Store Bought Bones (2:27)
8. Yellow Sun (3:19)
9. Call It A Day (3:35)
10. Blue Veins (3:55)
Músicas de autoria de Brendan Benson e Jack White.
Créditos:
Jack Lawrence: Bass
Brendan Benson: Guitar, Vocals, Keys
Jack White: Guitar, Vocals, Synthesizer
Patrick Keeler: Drums, Percussion
http://freetexthost.com/5xkntg3hv4

Biografia:
Autodefinida como uma "nova banda formada por velhos amigos", a Raconteurs é (nota minha: era) composta por Jack White, da White Stripe, e pelo maestro powerpop Brendan Benson nos vocais, teclados e guitarras, mais o baterista Patrick Keeler e o baixista Jack Lawrence, ambos da Greenhorne, na seção rítmica do grupo. A ideia para a construção da banda começou quando Benson e White colaboraram na música "Steady, as She Goes", que mais tarde se tornou o primeiro single da Raconteurs. Após a dupla recrutar Keeler e Lawrence, completou-se o grupo.


Gravando no East Gran Studio, de Benson, sempre que os seus integrantes estavam livres – ou seja, não envolvidos nos seus outros afazeres –, a Raconteurs gravou seu primeiro disco, "Broken Boy Soldiers", no período de um ano e lançou-o na primavera de 2006. O álbum recebeu críticas moderadas, mas chegou ao Top Ten na parada da Billboard. Naquele ano, a banda mudou-se para Nashville e trabalhou em outro lote de canções entre as turnês e as apresentações em festivais (o Lollapalooza foi um deles). Em 2008, a Raconteurs lançou o single "Old Enough/Top Yourself", pela gravadora Third Man, em produção conjunta com a Warner Brothers (Heather Phares, AllMusic; tradução livre do inglês).

segunda-feira, 13 de junho de 2016

The Long Ryders - State Of Our Union [Bonus Tracks]

Banda: The Long Ryders
Disco: State Of Our Union [Bonus Tracks]
Ano: 1994(*)
Gênero: Alternative Rock, Roots Rock, Country Rock, Paisley Underground
Faixas:
1. Looking For Lewis And Clark (Griffin) 3:11
2. Lights Of Downtown (McCarthy) 3:08
3. WDIA (Griffin, McCarthy) 3:43
4. Mason-Dixon Line (McCarthy) 4:23
5. Here Comes That Train Again (McCarthy) 3:23
6. Years Long Ago (Stevens) 3:34
7. Good Times Tomorrow, Hard Times Today (Griffin) 3:58
8. Two Kinds Of Love (Griffin) 4:18
9. You Just Can't Ride The Boxcars Anymore (Stevens) 2:59
10. Capturing The Flag (Griffin, McCarthy) 3:50
11. State Of My Union (Griffin, Sowders) 4:50
12. If I Were A Bramble And You Were A Rose [From EP "Looking For Lewis & Clark", 1985] [Bonus Track] 3:19 (Griffin)
13. Southside Of The Story [From EP "Looking For Lewis & Clark", 1985] [Bonus Track] (Griffin, Stevens) 2:49
14. Child Bride [From EP "Looking For Lewis & Clark", 1985] [Bonus Track] (McCarthy, Sowders) 3:34
15. Christmas In New Zealand [Bonus Track] (Sowders, Griffin, McCarthy, Stevens) 4:39
Créditos:
Sid Griffin: Guitars, Harmonica, Autoharp, Vocals
Stephen McCarthy: Guitars, Banjo, Lap Steel, Vocals
Greg Sowders: Drums, Percussion, Keyboards
Tom Stevens: Electric & Acoustic Bass, Vocals
Snake Davis And His Longhorns: Horns ("WDIA")
Vic Collins: Pedal Steel Guitar ("WDIA")
(*) LP lançado originalmente em 1985.
http://thinfi.com/03db

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Native Sons (Deluxe Reissue)", de 2011.

sábado, 11 de junho de 2016

Photon Band - Discografia básica

Banda: Photon Band
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Neo-Psychedelia


Disco: All Young In The Soul
Ano: 1999
Faixas:
1. anything for you (4:01)
2. exactly what is weird (3:09)
3. 10,000 buckets of rain (3:36)
4. 2:37 am (4:53)
5. crabapple annie (3:25)
6. 9 of dreams (3:15)
7. only lucky lonely (4:29)
8. jealousy (3:29)
9. (the future's) comin' round the bend (4:51)
10. 23 old & tired (3:11)
11. free (3:27)
12. january (3:20)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Vocals
Simon Nagle: Drums
Jeff Tanner: Bass
https://goo.gl/7rgiCR

Disco: Oh, The Sweet, Sweet Changes
Ano: 2000
Faixas:
1. Genius (4:16)
2. End of the Week (4:54)
3. Could it Be? (3:44)
4. Disillusion (6:33)
5. Runaways (2:35)
6. It's Happening Now (3:59)
7. Now it's Over (and Over) (3:35)
8. Saturn Returns Again (3:13)
9. She Don't Need Lovin'/Snowflake in the Sky (7:48)
10. Maybe in November (5:08)
Músicas de autoria de Difuria, exceto "Genius" e "Disillusion", compostas por Tanner e Nagle.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Vocals
Jeff Tanner: Bass
Simon Nagle: Drums
https://tr.im/119K4

Disco: Our Own ESP Driven Scene Singles
Ano: 2000
1. sitting on the sunn [from Compulsiv Records 7"] (3:51)
2. supertard [from Compulsiv Records 7"] (4:10)
3. i dont need to be told [from Compulsiv Records 7"] (1:59)
4. rise above [from Merrimac Records 7"] (4:46)
5. i understand [from Compulsiv Records 7"] (3:18)
6. commercial for taking drugs [from From The Bullpen: A Hey Buddy Compilation, Hey Buddy Records] (2:15)
7. it to get [bike mix] [from Darla Records CD single] (4:07)
8. 747 (don't worry) [from Darla Records CD single] (3:20)
9. the darkest hour [previously unreleased] (3:22)
10. broken melody [from Merrimac Records 7"] (2:59)
11. you can never really have too much wine [from Pet Sounds Vol. 1 compilation, Vital Cog Records] (3:07)
12. end of the century #2 [from Tappersize Records 7"] (4:06)
13. little mind [from 100 Guitar Mania Records 7"] (3:45)
14. would you believe [from 100 Guitar Mania Records 7"] (3:48)
15. saturn returns [from Little Darla Has A Taste For You, Vol. 1 compilation 7", Darla Records] (2:33)
16. the magic word [previously unreleased] (3:24)
17. see what i see [previously unreleased] (4:31)
18. here come some changes [from Sounds From Psychedelphia compilation, Lounge Records] (5:32)
Músicas de autoria de Difuria, exceto "commercial for taking drugs", composta por Difuria, Duby, Nagle e O'Connor.
Créditos (prováveis):
Art Difuria: Guitar, Vocals
Simon Nagle: Drums
Gary Plowman: Bass
Jeff Tanner: Bass
http://bit.ly/25TW0Cg

Disco: Alone On The Moon [EP] [Bonus Track]
Ano: 2001
Faixas:
1. She Turns (and She Turnin' Again) (18:04)
2. Alone on the Moon (12:57)
3. Last Judgement (5:05)
4. Mahogany Row [Bonus Track] (4:20)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Vocals
Simon Nagle: Drums
Jeff Tanner: Bass   
Oyvind Holm: Backwards Guitar ("Last Judgement")

Disco: It's A Lonely Planet
Ano: 2002
Faixas:
1. re-entry burn (1:25)
2. it's a lonely planet (3:31)
3. OuterSpace (3:25)
4. out of synch, out of season, out of rhyme, out of reason (4:51)
5. indirection (school) (5:10)
6. paper plane (2:16)
7. dreamin II (3:01)
8. if it's a beautiful full day (4:11)
9. closer (7:05)
10. we don't care anymore (3:29)
Músicas de autoria da banda, salvo "OuterSpace", composta pela banda e Warrin, e "closer", composta pela banda, Bley e Richman.
Créditos (presumíveis):
Art Difuria: Guitar, Vocals
Jeff Tanner: Bass
Simon Nagle: Drums
http://nsfw.in/c18

Disco: Get Down Here In The Stratosphere [EP]
Ano: 2007
Faixas:
1. Stratosphere (3:29)
2. Sister (Alright) (2:52)
3. Words (Get In The Way) (3:47)
4. Find A Better Way To Live (2:32)
5. Them Red, White, And Blues/Hi-Fidelity Suite (4:47)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Vocals
Jeff Tanner: Guitar
Chris Kubicek: Bass
Jason Kourkounis: Drums
https://anon.click/5lM3EFj

Disco: Back Down To Earth
Ano: 2008
Faixas:
1. Back Down To Earth (3:04)
2. Ka-Blammo (2:13)
3. Thinkin' 'Boutchoo (4:41)
4. Where Did The Love Go? (3:40)
5. Your Doubt, Your Truth (3:46)
6. Whatchagonnado? (3:48)
7. Cry, Crycrycry (4:55)
8. Just Between Me And You (4:19)
9. Last Call, Bad Night (3:26)
Músicas de autoria de Difuria.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Organ, Bass, Drums, Vocals
Jeff Tanner: Bass
Tracy Stanton: Bass
John Boothman: Guitar
Andy Clees: Guitar
Dimitri Coats: Guitar
Ed Farnsworth: Drums
Dave Frank: Drums
Brendan Gallagher: Drums
http://freetexthost.com/h0ndm0yc3t

Disco: Pure Photonic Matter Volume 1
Ano: 2013
Faixas:
1. Thought Crimes (Part 1) (1:46)
2. What You See (4:33)
3. From Eternity (To Here) (4:10)
4. Posi-Vibe
5. Went To the (Space Bar)
6. Found In Space
7. Soundings In Fathoms
8. Believe In Believin'
9. ...But I Wanna Know
10. Pret-ty Lies
11. Don't Feel Bad
12. Thought Crimes (Part 2)
13. Repose
Músicas de autoria de Art Difuria e Jeff Tanner.     
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Bass, Vocals
Patrick Berkery: Drums
http://ow.ly/TwbK3019XRC

Disco: Songs Of Rapture And Hatred
Ano: 2015
Faixas:
1. Open The Skies (3:32)
2. Whole Lotta Growin' (3:29)
3. Everything Was Funny (3:59)
4. Solitaire (Win Or Lose) (3:18)
5. Imaginary Day (Even Shorter Version) (3:17)
6. I Didn't Love You, Anyway (2:02)
7. Georgia Moon (4:15)
8. Life, It Comes And Goes (Signals In The Sky) (9:44)
9. Neverything (3:49)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Art Difuria: Guitar, Bass, Vocals
Jeff Tanner: Bass, Guitar
Patrick Berkery: Drums
Jeff White: Steel Guitar ("Imaginary Day", "Neverything")
Brendan Gallagher: Drums ("I Didn't Love You, Anway")
http://thinfi.com/03zf


Biografia:
Começando com o EP "747 (Don't Worry)", de 1996, lançado pela Darla Records, a americana Photon Band, da Filadélfia, desencadeou uma onda sem igual de psicodelia com toques exclusivos de indie rock no cenário musical. Liderada por Art Difuria, ex-membro da Lilys, e completada pelo baterista Simon Nagle e os baixistas Gary Plowman e Jeff Tanner, a banda não foi ouvida novamente até 1999, quando lançou "All Young In The Soul", com tiragem limitada, enquanto "Oh The Sweet, Sweet Changes", de 2000, mostrou o grupo abraçando influências do rock sessentista.


Ainda em 2000, a banda lançou "Our Own ESP Driven Cena Singles", com uma hora de singles, faixas de coletâneas e sobras de estúdio, que provou quão produtivo o grupo era. O disco apresentou diferentes facetas da banda, incluindo faixas freneticamente experimentais.


Logo depois, o minidisco "Alone On The Moon", também com edição limitada, apresentou três vigorosas canções, cheias de adrenalina, com mais de 36 minutos de duração. Do seu arsenal, a banda incluiu na gravação o tremolo, e o resultado foi um ressonante álbum, sob todos os aspectos. Em 2002, a banda lançou o extravagante "It's A Lonely Planet", novamente pela Darla Records. Seis anos mais tarde, veio a público "Back Down To Earth", editado pela Empyrean Records (Stephen Cramer, AllMusic; tradução livre do inglês).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...