terça-feira, 3 de março de 2015

The Plimsouls - The Plimsouls ...Plus

Cover
Banda: The Plimsouls
Disco: The Plimsouls ...Plus
Ano: 1992(*)
Gênero: Alternative Rock, Powerpop
Faixas:
1. Lost Time (Peter Case) 3:42
2. Now (Peter Case, Joey Alkes, Chris Fradkin) 2:59
3. In This Town (Peter Case) 2:37
4. Zero Hour (Peter Case) 2:33
5. Women (Steve Wright, George Young) 2:49
6. Hush, Hush (Peter Case, Joey Alkes, Chris Fradkin) 2:48
7. I Want What You Got (Peter Case) 3:27
8. Nickels And Dimes (Peter Case) 3:05
9. I Want You Back (Peter Case) 2:33
10. Mini-Skirt Minnie (Lindel Hill, George Jackson, Earl Cage, Jr.) 2:43
11. Everyday Things (Peter Case) 2:29
12. Memory [1980 Studio Outtake] [Bonus Track] (Peter Case) 2:23
13. Dizzy Miss Lizzie [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Larry Williams) 3:01
14. Great Big World [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Peter Case) 3:00
15. Zero Hour [Original Version] [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Peter Case) 2:36
16. Hypnotized [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Peter Case, Chris Fradkin, Joey Alkes) 2:58
17. How Long Will It Take? [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Peter Case) 2:51
18. I Can't Turn You Loose [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Otis Redding) 3:22
19. When You Find Out [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Peter Case) 2:27
20. Hush, Hush [Live Version] [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Peter Case, Joey Alkes, Chris Fradkin) 3:03
Créditos:
Peter Case: Lead Vocals, Guitars, Keyboards
Eddie Munoz: Lead Guitar
Dave Pahoa: Bass, Vocals
Lou Ramirez: Drums
Músicos adicionais:
Jackie Kelso: Baritone Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
Doug Richardson: Tenor Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
Herman Riley: Tenor Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
(*) LP lançado originalmente em 1981.
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).
Uma das muitas bandas powerpop de Los Angeles, California, compreendia Peter Case (nascido em 5 de abril de 1954, nos Estados Unidos; vocais e guitarra, ex-Nerves), Lou Ramirez (bateria), Dave Pahoa (baixo) e Eddie Munoz (guitarra solo). Formada em 1979, trabalhou no começo com o nome de Tone Dogs. Depois mudou sua denominação e ganhou fama localmente mediante apresentações ao vivo.


Isso permitiu-lhe gravar um EP barato, em 1980, chamado "Zero Hour", pelo seu próprio selo, Beat Records, que lhe capturou a energia ao vivo, em que pese a baixa qualidade da gravação. Sua admiração pelo pop sessentista reproduziu-se melhor em "The Plimsouls", cujas canções ganharam uma produção mais assimilável. Todavia, decepcionada com as vendas do disco, sua relação com a gravadora Planet Records deteriorou-se, forçando-a a transferir-se para a Geffen Records.


E na nova casa permaneceu tempo suficiente para lançar somente um disco, "Everywhere At Once", amplamente aclamado, que incluía "A Million Miles Away", editado em 12 polegadas enquanto a banda trocava de gravadora. Uma das faixas mais consistentes do álbum, "How Long Will It Take", parecia prenunciar o fim da banda, devido ao seu baixo potencial de vendas, o que realmente acabou ocorrendo pouco tempo depois. Case dedicou-se à carreira solo. Um disco ao vivo da banda, gravado em 1981, saiu em 1988 através da gravadora francesa Fan Club. Reformulado, o grupo voltou em 1996 e gravou um novo disco de estúdio, "Kool Trash".

6 comentários:

KD disse...

Thank You

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, KD.

bobbysu disse...

thank you so much

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, bobbysu.

Anônimo disse...

Gracias,buen grupo y mejor blog

Indignaldo Silva disse...

Obrigado pelo comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...